Apologize…

Eu tento todos os dias esquecer da sua existência, fingir que nada aconteceu e que tudo não passou de um simples sonho, mas é tão difícil lidar com a dor da saudade. Se fosse fácil, tenho certeza de que já teria te esquecido há muito tempo.
Eu me culpo por ser fraco para algumas coisas da vida, tipo te esquecer. Poxa! Você me machucou tanto falando algumas verdades e deixando claro o que rolava entre a gente. Mas, o que eu posso fazer se nada entrava na minha mente?
Como esquecer o dia em que você me mandou mensagem perguntando como eu estava? Juro que naquele momento eu pensei que a vida estava do meu lado e te traria de volta. Mas não! Você está (quase) pronto para partir para outro país. E eu apoio sua decisão. Se pudesse, até iria junto.
Não tem um dia em que eu deixe de pensar em você e ficar criando planos impossíveis. Sei que é um erro e que jamais (?) ficaremos juntos, mas… Sei lá, acredito demais naquelas histórias de amorzinho que vejo nos filmes, livros e seriados. É errado, eu sei, mas é isso que me faz seguir em frente!
Falando em seguir em frente… Por um bom tempo eu fiquei de “luto” por tua causa. Eu realmente estava sofrendo e desejando sempre o pior para mim. Quando vi que você está em outra (e com outra pessoa), resolvi acordar e tocar a vida. Deu certo apenas por dois meses; logo a saudade voltou.
Não adianta eu ficar com outros, porque você ainda vai estar presente na minha mente. É uma loucura tudo isso! E quer saber de outra verdade: eu te amo, mesmo você não me amando. Desculpa por tudo, principalmente por ter entrado na tua vida. Sei que você não queria nada disso. Nem eu. 

Texto que escrevi há dois anos para o D., mas resolvi deixar no rascunho do blog. Atualmente, o sentimento mudou um pouquinho… Hoje consigo entender que o melhor é ficarmos distantes um do outro. E que bom compreender isso. 

Comente Comentários

Nenhum comentário em "Apologize…"