Bodas de ouro dos meus avós

Nessa sexta-feira, 24, meus avós completaram 50 anos de casados, logo a família inteira se reunião para comemorar as bodas de ouro. Há muito tempo a gente não fazia um encontro desses, sabe? Ao todo, umas 25 pessoas vieram pra um jantar aqui na minha casa. 😍

Desde quando me entendo por gente, meus avós são referência de casal. Eles lutaram e ainda lutam muito pra criar os 8 filhos. Fico aqui pensando… Se pra criar um único filho nos tempos de hoje é difícil, imagina 8?! Tem que ter bastante coragem!

Um fato engraçado na história deles é que o namoro começou por carta. Sério. Deixa eu resumir: minha avó não conhecia o meu avô pessoalmente e nem ele a conhecia. Eles ficaram por um certo período trocando cartas, até que o meu avô marcou de conhecê-la e nessa mesma época eles se casaram.

A história de dona Rosa começou no sertão no Piauí. Outro dia conversando com ela, a vó disse que queria sair de casa logo, ser independente e tals. A única “solução” era se casar. Disseram pra ela que havia um homem chamado José que tava caçando uma esposa… Desde então as cartas começaram a serem trocadas com bastante frequência (tipo: eles ficavam o mês inteiro esperando a carta ser entregue… Haja paciência!).

Após o casamento, eles decidiram vir pra região Norte, mais especificamente o Tocantins. Quando eles chegaram aqui em Araguaína, não havia progresso, asfalto nas ruas… Era um povoado ainda pequeno! Mais de 40 anos se passou… Meus avós viram a minha cidade natal crescer de 10 mil habitantes pra quase 200 mil pessoas.

Sinceramente, amo os meus avós e quero que eles vivam ainda muitos anos. Estou estudando e trabalhando pra dar uma vida melhor a eles, pois se tem pessoas que merecem ganhar o mundo, são dona Rosa e seu Zé Maria. 😍

Posts relacionados

1 Comentários

1 Comentário em "Bodas de ouro dos meus avós"