Como é o curso de Direito?

Em 2013 eu inicie o curso de Direito sem muitas pretensões. Como eu havia saído recentemente do colegial, eu queria apenas me formar num curso superior, para poder trabalhar e juntar uma grana para estudar a graduação dos meus sonhos (que à proposito é jornalismo). 
Os dois primeiros períodos foram tranquilos, levei tudo numa boa e fiquei muito ansioso pela parte mais “dia-a-dia forense”. No início, todos me falavam que o curso ia ficar mais divertido com o Direito Penal (que geralmente só aparece no 2º ou 3 período, dependendo da faculdade). Então, esperei por isso. 
Quando chegou o 3º período, lá estava eu estudando Processo Civil, Penal, Constitucional e mais uma porrada de disciplinas. Qual a graça nisso tudo? Nenhuma! Eu simplesmente enlouquecia na semana de prova, porque era muitos artigos para estudar e milhões de folhas para ler. E aqui vai a minha dica para vida:

Se o seu curso não é voltado para a saúde e nem é licenciatura, não perca muito tempo lendo doutrinas, pois elas mais te confundem do que ajudam. E se você pegar autores diferentes, a coisa piora, pois cada um quer defender sua própria tese. No máximo, leia sempre o livro que o seu professor colocar na ementa, pois  só assim não se perderá na hora do estudos. Eu prefiro apenas anotar TUDO o que o professor fala. Absolutamente tudo, não deixando nem uma vírgula de lado. Depois é só reler seus resumos e partir para o abraço na hora da prova.

Voltando ao curso… Direito não é ruim, longe disso. Recomendo a todos. Ele agrega tanto conhecimento a você, à sua vida… Depois de estudar o Direito, você passa a enxergar melhor quais são as suas obrigações e como pode cobrar soluções para os fatos do dia a dia que, infelizmente, só aprende na faculdade. 
O que eu aprendi até agora é que o curso tem o foco principal na resolução dos problemas alheios. Se você se importa de fato com o próximo, já tem 50% de chance de gostar do curso. Os outros 50% você descobre estudando sobre qual área deseja atuar: esfera penal, civil, processual, administrativo, ambiental, internacional… 
Ao meu ver, Direito deveria ser um curso em que a gente teria de ter uma noção de sua importância ainda na escola, pois são tantas coisas gratuitas que temos direito e não sabemos. Resumo do resumo: Direito é um curso voltado para pessoas curiosas e pró-ativas. 

Posts relacionados

50 Comentários

50 Comentários em "Como é o curso de Direito?"

  1. Tenho uma prima e uma melhor amiga formadas em Direito. Admiro muito quem se dedica à esta profissão de forma séria (pq há mto advogado picareta por aí!).
    Espero que vc tenha sucesso.

    Beijos,

    Algumas Observações

  2. Eis uma área que eu nunca seguiria! Não teria paciência para ler mil e uma coisas, não sou muito teórica sabe? Curso Engenharia Mecânica e AMO! Sou mais a parte prática, números e cálculos… aí sim!
    Boa sorte na sua graduação, viu?!
    Beijos,
    Julie | http://www.juliechagas.com/

  3. Avatar Lorraine diz:

    menino, a dica de anotar tudo o que o professor fala e focar no resumo com todas as suas forças acho que é pra todos os cursos quase hahaha foi assim na odonto tambem. quando eu focava nos livros pras provas não ia tão bem quando decorava todos os resumos HHAHHAHAHA lia os livros depois para me atualizar, não exatamente para as provas! sucesso aí viu? 😀
    beijo :*

  4. Confesso que tenho vontade de estudar direito só por causa de How to get away with murder, parece ser muito divertido, haha. Mas sei que não é exatamente isso.
    Você já sabe qual área quer atuar?

    Virando Amor

  5. Muita gente dizia que eu devia fazer direito, mas eu jamais conseguiria, porque meu sonho era ser jornalista e, viajar muito, com o direito tudo complica porque tu só pode atuar dentro do teu país, a gente fica muito limitado, mas claro, o Brasil é um universo e tem gente que se identifica com a ideia de viver e trabalhar aqui pra sempre… Principalmente se for juiz, tiver duas férias por ano e ganhar bem pra caramba hahaha Mas eu jamais ia conseguir fazer uma coisa amando outra, sou dessas que não consegue fingir ou se dedicar pra algo pensando só no fim. Eu até posso ficar por um tempo, mas anos? Jamais 🙁


    Beijos
    Brilho de Aluguel

  6. Houve uma época em que eu quis fazer Direito, fiquei super apaixonada pelo curso. Principalmente porque uma prima minha começou a cursar e a gente sempre batia o maior papo. Aí eu me encantei. Outra coisa que eu achava ótima era isso de ter várias opções de áreas para trabalhar. A minha preferida sempre foi penal, apesar de ter medo de algum dia ter que defender bandido, dizer não e acabar morta (olha as ideias da menina, haha). Enfim, hoje quero muito Publicidade e Propaganda, mas acho que vou cursar Jornalismo. Espero muito que você consiga cursar Jornalismo também.
    Mil abraços, http://www.lysiaribeiro.com/

  7. Avatar Bianca diz:

    Meu pai é formado em Direito então sei bastante coisa referente ao curso por causa dele. Eu também sempre anotava tudo o que o professor falava, isso sempre me ajudou.
    Boa sorte com o curso!
    Beijos
    Bluebell Bee

  8. Concordo totalmente com vc! Algumas matérias de direito deveriam ser ensinadas na escolas. Eu não sou muito dessa área, mas é uma profissão muito interessante e respeitada, sem falar que os concursos são muito bons e pagam, relativamente, muito bem! A maioria das pessoas da minha família são formadas em direito, mas não é pra mim, hahaha. Beijosss

    http://apaixonadaporfinaisfelizes.blogspot.com.br/

  9. Oi, Adriel!
    O bom de estar cursando Direito mesmo sem gostar, é exatamente isso que você falou: tais aprendendo coisas importantes pra vida, principalmente pra todo o convívio social e todas as obrigações como cidadão…
    Eu cheguei a pensar em ir pro Direito, mas acho que fiz a escolha certa não seguindo nisso… Faço Ciências Biológicas e trabalho na parte de Neuro, mas sempre vem aquele pensamento de atuar em Licenciamento Ambiental e etc, pra isso o direito ia ser bem útil pra mim, tenho muitos biólogos conhecidos que trabalham nessa área e fizeram direito junto…
    Enfim, ótimo post! Muito sucesso pra você, viu? Que você se encontre profissionalmente!
    Beijoss
    http://www.vidaemmarte.com.br

  10. Grande parte da minha família é voltada pro direito, mas eu não gosto nenhum um pouco, acho que minha família deve me ver como a ovelha negra hahah Se fosse parecido com How to get away with murder tenho certeza que ia amar, mas duvido que seja aquilo o tempo todo. Enfim, boa sorte com seu curso.
    Bjs

    oh, wow, lovely ❁

  11. Avatar Cris diz:

    Eu confesso que nunca tive muita vontade de estudar direito. Leis e coisas do tipo me deixam perdidinha. Mas concordo que deveríamos ver mais isso nas escolas, para sabermos mais os nossos direitos.
    Beijos! =**

  12. Eu sempre achei Direito interessante apesar de nunca ter me aprofundado mt em como realmente era o curso pq nunca pensei em fazer essa facul. Parabéns pelo post! Gostei do blog e já to seguindo, se puder me segue tb, bjus!

    bomhumornaosaidemoda.blogspot.com

  13. Nunca tive vontade de estudar direito. Minha irmã mais velha é formada mas, não exerce a profissão. Na época que ela se formou ela trabalhava e continua trabalhando na área da Pedagogia com crianças especiais.

    Um beijo,

    http://www.purestyle.com.br

  14. Avatar Sil diz:

    Olá, Adriel.
    Ótima postagem. Eu quase fui nesse caminho. Assisti uma palestra uma vez sobre profissões e a garota que falou sobre Direito foi tão boa que quase me convenceu. Mas como sou muito tímida desisti hehe.

    Blog Prefácio

  15. Nossa, fiquei impressionada em saber que alguém escolheu fazer direito pensando na verdade, em ganhar dinheiro pra fazer outro curso.
    Direito é tão cheio de leituras, detalhes, um curso longo… realmente não esperava.

    Mas parece que voce esta gostando, apesar da loucura das provas. Então isso é bom, né?

    Beijos
    A Mente Transborda
    Curta no Facebook

  16. Avatar Priih diz:

    Oi Adriel, tudo bem?
    Confesso que nunca pensei em estudar Direito (acho que enlouqueceria com tanta lei hahaha), mas curti muito o post e achei bem explicativo. Concordo que pelo menos noções de Direito deveriam ser ensinadas na escola, saímos do colégio sem aprender o básico sobre nossos direitos e deveres.
    Ah, tá rolando um sorteio super bacana lá no blog, te convido a participar! =D
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

  17. Ainda esse ano tenho que decidir o que quero para minha vida, minha família inteira sonha com que eu curse "Direito", porém meu sonho é Jornalismo :/
    Enfim, seu post esclareceu muitas dúvidas, com isso dá pra eu repensar sobre o que eu realmente quero e preciso. Beijos

    http://www.quetransborde.com.br

  18. Ahhh, Direito é puro amor! Vc só não dorme, só tem que ler um monte de apostilas, vira um zumbi pela falta de sono e excesso de café, mas tirando isso é óoootimo! hahahaha. Direito é o curso da minha vida, o meu sonho! Iniciei em 2015 e só confirmou que fiz a escolha certa!

    blogilumiinar.blogspot.com.br

  19. Nunca curti muito Direito, sempre puxei pro jornalismo mas ainda não sei o que cursar. Achei o post bem legal e pelo que vi tu está gostando bastante, acho isso o mais importante. Ah, e como mais gente falou, se fosse igual a How to get away with murder eu também cursaria hahaha. Infelizmente a vida real não é um seriado :/
    Beijos.

    http://www.letrasnagaveta.com

  20. O meu pai tirou Direito e ele conta que precisava estudar tanto que até teve que a dada altura estava quase a ter um esgotamento. Tirei uma Licenciatura de Comunicação Social – Jornalismo e fiquei desiludido. Não posso dizer que tenha aprendido nada de especial, mas ao menos conheci pessoas interessantes 🙂

    Ricardo, The Ghostly Walker.

  21. Nunca te imaginaria nessa área de advocacia, ás vezes gosto de imaginar o que as pessoas fazem e com certeza curso de direito não passaria na minha cabeça. Te imaginei no ramo publicitário rs.
    Eu amava jornalismo, mas quando comecei mesmo a faculdade vi que tudo era ilusão hahha, resumindo escolhi letras.
    Amei esse post.
    Beijo

    http://www.tecontopoesia.com

  22. Oláá
    Eu já trabalhei nessa área há um tempo atrás e amava, é simplesmente fascinante, amei seu post e concordo contigo, o curso deveria mesmo ser mais divulgado, pois oferece muitooos serviços e benefícios a população gratuitamente e a maioria nem imagina!
    Bjoos

    Jovem Literário

  23. Já devo ter comentado com você, mas eu devia ter feito Direito rs
    O que você falou, sobre se preocupar com os problemas dos outros é fato. Vejo muito pelo meu pai (que às vezes é mais generoso e preocupado com os clientes dele do que com a família heh).
    Um beijo!

  24. Também estou cursando Direito e já vou pro 5ª período ♥ No Ensino Médio eu era bem sem rumo na vida, minha mãe dizia que eu deveria fazer Direito por gostar de brigar muito (ótima definição de caráter kkkk), e eu também pensava em Jornalismo e Psicologia. Mesmo diante da indecisão, eu sentia que o meu sonho de verdade era cursar Direito para ser Promotora de Justiça, sim, eu fiquei encantada com o trabalho do promotor no caso Isabela Nardoni. Desde que pisei na faculdade eu só penso na OAB, nos três anos obrigatórios de advocacia e o concurso do MP. Para me ajudar ainda mais, Penal é meu amor eterno ♥ Discordo com você em relação a doutrina, embora elas sejam exteeeeensas e com alguns parágrafos de conversa fiada, eu acho super importante ser fiel a um doutrinador (ler vários é realmente loucura) e conhecer o assunto a fundo e ir além da letra da lei. Também não me conformo só com o que é dado em sala de aula, sempre quero mais.
    Enfim, sucesso pra você! Espero que consiga alcançar seu sonho 😀

    http://www.chuvadejujubas.com