Foi erro meu…

Oiê! 😊

Devo começar esta carta dizendo que já não sinto mais nada por ti. Demorei 3 anos pra me curar daquele sentimento inexplicável, e hoje curado estou. Na verdade, nem é tão difícil definir o que sentia… Acho que confundi tudo, acreditando que a paixão seria correspondida. Ledo engano, acontece. 😉

Sonhei contigo na última noite. Após tanto tempo sem aparecer nos meus devaneios noturnos, tu deu as caras novamente. Dessa vez eu me assustei, pois recebia a notícia da tua morte. Coisa doida, né?! Fui até pra internet pesquisar sobre simbologias, etc… 😂 Felizmente, o resultado foi positivo. 

De acordo com os astrólogos, sonhar com uma ex-paixão morrendo nada mais é do que a mente demonstrar que a cicatriz que ficou foi curada. Parece até poético, mas é real. Por aqui está tudo bem e já não sinto mais aquela vontade de chorar quando alguém, por acaso, fala sobre ti. 👍

Antes de escrever esta carta, abri tuas redes sociais pra ver o que andava aprontando. Como já era de se imaginar, encontrei poucas postagens e lembrei que, realmente, tu é discreto quanto à vida pessoal.

Como tu mudou fisicamente! Quando te conheci, tu tinha 17 anos e eu 19. Foi paixão à primeira vista, e nem foi por conta do teu corpo, já que nem bombadão tu era. Confesso que fiquei um pouco chocado ao ver quão “monstro” ficou… Aprovado, viu?! 😜

Pra não me prolongar ainda mais, quero com essa carta só relembrar o que já te disse várias vezes, em 2014, inclusive naquela cartinha que entreguei antes de tu partir pra SP.

Espero que tu seja muito feliz! Independente da forma como me usou e das feridas que deixou, te desejo somente a felicidade… Siga o teu caminho aí que eu vou seguindo o meu por aqui! Talvez, um dia a gente se reencontre… Seria maravilhoso poder te abraçar e ver pessoalmente uma pessoa que me ajudou a crescer, mesmo quando não tinha essa intenção.

Seja feliz, D. 💙💛

21 Comentários

21 Comentários em "Foi erro meu…"

  1. Kelly Mathies diz:

    Uma das coisas que mais gosto de ler é isso: cartas sinceras e singelas que carregam um mundo de sensações. A gente sempre acha que não vai dar certo, que aquela saudade vai permanecer pelo resto da vida, e que ninguém, nem nenhum outro sentimento vai dar conta de fechar a ferida. Mas aí descobrimos que o tempo faz o seu trabalho com perfeição. O que fica, temos que carregar no peito, com saudade de um tempo bom que nos ajudou a crescer, e o que foi, felizmente abre portas para novas experiências, novas pessoas <3 Amei.

  2. Acho que quando gostamos de algo *ou alguém) por muito tempo, a saudade fica por mais tempo ainda, talvez até não suma. Mas a forma de lidar com ela muda, aos pocuos você só vai lembrando de coisa boa e quando vê percebe que aprendeu muito. Parabéns pelo texto.
    bj

    vidaemserie.com

  3. Amanda Bianchini diz:

    Apesar dos pesares, que bom que você soube lidar com a situação e cresceu, evoluiu… isso ninguém tira de ti, sabe? esse aprendizado! que você continue com esses bons sentimentos e pensamentos, não apenas para ti, mas também para os outros!

  4. Mari diz:

    A gente tem a mania de relacionar término com fracasso. Por mais que esse cara tenha te fazido sofrer, ainda assim a sua experiência com ele trouxe crescimento. Por isso, não foi um fracasso. Mas é ótimo mesmo poder olhar para trás e ver que acabou definitivamente, né?
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

  5. Vickawaii diz:

    Apesar do texto ser positivo – a “recuperação” após uma paixão, o amadurecimento de alguém e o fim de um relacionamento -, principalmente pelo final, me deu uma certa tristeza :/ Eu sempre vejo o lado bom de absolutamente tudo e sempre fico “ah, aquela pessoa me ajudou a crescer” e no fim sobram só sentimentos bons, mas também fico triste pelo que “poderia ter sido”, e isso serve inclusive pras amizades que acabaram… Que bom que você se recuperou bem (:

    • siá, tem dias que eu fico pensando tbm no que poderia ter acontecido se fosse pra frente. mas prefiro deixar nas mãos do universo essas coisas do futuro. ele sabe o que é melhor… no fim, esse relacionamento mais me fazia sofrer do que bem. 🙁

  6. Que coisa mais linda. Me senti como lendo algo bem íntimo e secreto (foi baseado numa história verídica?). Eu costumo escrever cartas e sempre me impressiono com minha incapacidade de organizar as ideias. É bom achar cartas internet a fora que fogem à minha regra hehe. Amei a forma como você encerrou, pois é importante desejarmos o bem, mesmo que certa pessoa tenha nos magoado </3
    Beijos,

    • Lú, em todas as cartas que escrevi pra esse carinha (sim, foi real!), sempre fazia questão de frisar isso: mesmo sofrendo, queria que ele fosse feliz. com ou sem mim. não vale à pena desejar o mal, pois ele volta. karma super existe! 😉

  7. Aninha diz:

    É muito bom se sentir recuperado depois de um relacionamento difícil, né? Lendo sua carta fiquei me perguntando porque deixei de escrever as minhas… é muito bom escrever essas coisas! Dá uma revigorada e parece que joga fora os males. 😉

    Continue bem e continue escrevendo! 😀
    Abraços.

  8. Millena diz:

    Que carta linda, Adriel! O amor é algo lindo porém quando machuca temos que nos afastar mas isso também serve para que a gente encontre alguém mais alinhado com a nossa essência! Que bom que você já curou seu amor e agora que venham novos amores para amar, cuidar e cicatrizar <3

    Beijão, http://www.dezoitoluas.com.br

  9. Acho que apesar de superar a gente sempre vai lembrar da pessoa né? Com mágoas ou não. Se ficou marcado a gente vai lembrar. Não vai mais amar, nem pensar constantemente, mas lembrar e desejar o bem. Ainda sinto isso.

  10. Luly Lage diz:

    Superar paixões que devem ser superadas e transformar isso em algo positivo na nossa vida é tão bom (e saudável) quanto se apaixonar ou estar apaixonado. É foda, as pessoas dizem que o aceitável são semanas e a gente às vezes demora meses… ANOS! Mas passa, sempre passa, e aí a gente também passa: passa bem!