Eu e a balança: uma relação de amor e ódio

Não vou negar: uma das minhas maiores vontades é de ser magro, só pra não ter de ficar horas e horas dentro das lojas procurando uma ~humilde~ calça ou brusinhas. Tá, eu sei que até mesmo os magros sofrem com isso, mas, sério… Você já viu o quanto a maioria das roupas pros gordinhos são feias? As peças parecem que foram feitas com raiva, de qualquer jeito. 🙁

Nunca fui magro e sim: sei que ninguém tem culpa nisso, a não ser eu mesmo. Só sei que cansei, sabe?! Cansei de ser “diferentão”, de lutar diariamente contra a gula, ansiedade e bla bla bla. Além de tudo isso, tem os julgamentos da sociedade. Sempre tem.

Se você é muito magro, te zoam. Se você é gordinho, te comparam com vários animais. Se você fica entre o meio termo (nem magro e nem gordo), te julgam por ter corpão… Sinceramente, tá foda.

Tá foda ter de lidar diariamente com diversos conflitos internos, e também com a pressão que a sociedade te põe… Se eu pudesse escolher, teria um corpão daqueles onde todos param pra admirar. Só que aí vem o peso na consciência: pra quê esfregar na cara das pessoas um corpão, se nem todos podem ter o mesmo?

Ai, amiga. Já tentei emagrecer (e consegui!) várias vezes, mas, você conhece a tal da ansiedade? Se você descuida um pouquinho do seu emocional, lá está você participando da lista de pessoas que sofrem com o efeito sanfona.

Vamos à umas contas…

Em 2013 perdi 10 kgs em um mês, depois 5 kg com acompanhamento da nutricionista. Ganhei tudo novamente. Em 2014 e 2015 perdi novamente esses benditos 15 kg, só que daí veio 2016 e me devolveu não só os 15 como o dobro disso. Pois é, migo! Aqui são 30 kg acima do peso, e por mais que não aparente tudo isso por conta da minha altura, tá bem complicado viver sabendo que, sei lá, pra uma galera aí eu sou como uma baleia. 🙁

Vamos ver se 2017 será legal. Já comecei minhas dietas, tentativas de reducação alimentar e mais exercícios. Só mais uma coisa: torçam por mim, porque SUPER torço pela felicidade de todos. 😘

22 Comentários

22 Comentários em "Eu e a balança: uma relação de amor e ódio"

  1. Ooi, tenho uma amiga que é gordinha, aquela gordinha que chamamos de gostosa, eu a acho linda, ela tem um corpo avantajado sabe? Tipo o seu, não é realmente gorda/obesa, mas acompanho diariamente o drama dela na academia, ela adora quando emagrece um quilinho, fica toda feliz quando ganha roupa fitness e etc e se sente feliz na maior parte do tempo. As vezes se acha feia e etc, mas isso passa. Sempre estou do lado dela pra apoiar e tudo sabe e sei o quão estressante é a pressão que a sociedade faz indiretamente no seu corpo. Espero que vc consiga suas metas e tudo mais, boa sorte <3

  2. Cris diz:

    Sempre fui gordinha e não faço ideia do que é ser magra XD Confesso que já sofri por ser gordinha, mas hoje eu me aceito. Não só isso, decidi que quero ser gordinha sempre. Lógico que eu tenho meu limite e quero perder um pouco de peso, talvez uns 10kg, se possível 20kg, porque perdi umas roupas e não quero comprar novas, mas quero me manter acima do peso (estou uns 30 acima tb xD). Hoje eu me preocupo muito mais com a minha saúde do que com o meu físico. Nem todo magro é saudável e nem todo gordo é doente, então meu foco é esse: ser uma gordinha saudável. Já estou quase conseguindo isso, meu colesterol total já saiu do alto e entrou no limite e os outros colesterols (não lembro os nomes kkkk) estão todos foram do alto 😀 Isso pra mim é uma conquista rs Então se eu emagrecer nesse processo em busca de ser saudável, vai ser lucro 😉 Boa sorte com as suas dietas, mas lembre-se de fazer por saúde e felicidade, sempre, a perda de peso vai ser só consequência 🙂
    Beijos! =**

    • o que busco é o mesmo que vc, Cris: uma vida saudável e que não me traga prejuízos. acho que fazendo o que vc está fazendo (se precavendo de algumas coisas) é o melhor mesmo nesse momento. vamos juntar à luta por uma vida mais saudável. <3

  3. Oi, Adriel!
    Estou na mesma que você, eu uma relação muito conturbada com meu peso, meu corpo… quando tinha meus 10 anos engordei, e fui gordinha até meus 14, que foi quando cresci bastante e emagreci sem esforço, sem dieta nem nada… fui emagrecendo bastante e nos meus 16 anos tive anemia e precisei fazer dieta para engordar… mas então veio a faculdade, assim que entrei tudo mudou, comecei a engordar muito por conta da correria, nunca tinha (e ainda não tenho!) tempo pra almoçar, então qualquer porcaria servia de comida. Hoje estou 15kg acima do peso e lutando muito pra conseguir emagrecer, o pior é que sou louca por doces e eles são meu maior ponto fraco, é dificílimo deixar de comer, eu simplesmente acabo não tendo motivação suficiente, sabe? Mas, enfim, torço para que você se sinta feliz com seu corpo, emagrecendo ou não, assim como quero que aconteça comigo. Preciso emagrecer porque minha pressão não é só interna, mas externa também… sem falar dessas situações em loja, sei muito bem o que é isso… deixa a gente completamente pra baixo, né?
    Enfim, boa sorte para nós!!
    Beijoss
    http://www.vidaemmarte.com.br/

  4. Olá, Adriel. Tudo bem?

    Também vivo em uma luta constante com a balança, para piorar a situação, desde o ano passado venho tentando mudar meu quadro de colesterol alto. Há alguns dias vi pelo insta que você anda correndo, e isso é realmente ótimo. Correr algo que faz com que perdemos peso com mais eficácia. Pretendo voltar a correr, me sentia bem melhor e ainda tenho que tentar sair da zona de perigo em relação ao colesterol.

    Enfim, força ai e me desejo o mesmo daqui rsrs; Na verdade eu desejo força para todos que passam por essa situação, o que realmente não dar é ficar nesse efeito sanfona eterno, né?

    Até mais. https://realidadecaotica.blogspot.com.br/

  5. Embora nunca tenha sido propriamente “gordo”, adoro comida e já estive bem pesado. Chegou a uma altura em que fiquei tão insatisfeito com o que via no espelho que deixei de comer imensas coisas e bebia muita, mas muita água mesmo. Resultado, emagreci demasiado e fiquei abaixo do peso recomendado para a minha altura. Parecia um cadáver, horrível! Neste momento tenho um peso mediano e não me sinto confortável com o meu corpo. Por isso é que quero ir para um ginásio e ganhar músculo, nada de excessivo, mas o suficiente para me sentir melhor. Desejo-te a maior sorte nesta aventura e que consigas atingir o teu objectivo 🙂

    Ricardo, http://theghostlywalker.blogspot.pt/

  6. É bem complicado chegar numa loja e achar um jeans acima dos 40 que tenha o mesmo estilo dos 36, não é mesmo? No final do ano passado fui comprar minhas roupas de fim de ano, e quer saber de uma coisa? Me senti tão feliz em poder pegar um número grande, um número que sempre tinha medo de usar. Sempre pegava um tamanho menor que o meu na tentativa de entrar em mim, mas nunca dava certo…. Hoje em dia tenho relação de amor e ódio com meu corpo, tem dias que estou me achando a gay mais goxxxtosa do Brasil, tem outros que me sinto um lixo humano… Ser humano bipolar, né?!
    Enfim, é isso kkk. Boa sorte para você e espero que consigas chegar no teu objetivo 🙂 Torcendo muito por ti!!!
    Beijos♥

    http://www.ricknegreiros.com.br

  7. Essas questões de peso mexem com a gente mesmo. No meu caso, sofria muito na adolescencia pela magreza e gente achando que eu era anorexica ¬¬’ tempo passa, a gente deixa de ligar (tanto!) para isso! Hoje meu foco tá sendo lutar contra o sedentarismo. Fiquei os ultimos anos sem fazer nada de atividade fisica e tô morrendo de dores agora que comecei a voltar! Força p gente 😀 2017 vai dar! haaha

  8. Oi, Adri!
    Sabe, eu entendo tudo o que você escreveu aqui. O conselho que te daria é: pare de olhar pro lado e foque em você. Como você mesmo disse, sendo gordo, magro ou meio termo, as pessoas irão falar. Pessoas, quando elas querem ser ruins, sempre dão um jeito. Então, não foca no que elas dizem, foque na sua saúde. Se você for saudável – independentemente de ser gordo ou magro – será feliz.
    Te desejo coragem para ser saudável sem se importar com o que os outros pensam, mas sim com o que você sente no seu coração! ♥
    No que precisar, tamo junto!

    Beijos,

  9. Sei que isso é gordofobia e esses mimimis todos do politicamente correto, mas quase choro quando penso que meu sonho é ter menos barriga e desfilar com uma brusinha mais curtinha, mostrando despretensiosamente a barriguinha. Sonho de adolescente, sabe?
    Eu torço por você, de verdade. Sei o quanto é difícil tentar lidar com o peso quando o que você olha no espelho não te agrada at all…
    Um beijo!

  10. Anne diz:

    Vishhh Adriel, quando se trata de corpo parece que ninguém nunca tá contente. Quem é magro quer ficar sarado, quem é sarado quer ser magro, quem é gordo quer ficar magro… a gente tá numa luta constante pra mudar alguma coisa. Tá tensa a coisa!
    Já briguei bastante com a balança também (primeiro tava gordinha, aí fiquei magra demais) e ainda hoje tem coisas que eu gostaria de aprimorar, mas tô bem mais despreocupada quanto a isso e vi muita melhora quando comecei a tratar meu corpo de uma forma mais amigável, cobrando menos dele.
    Independentemente de qualquer coisa, importante é se amar e ter uma vida saudável, O resto é secundário!
    Boa sorte no seu projeto fitness!
    Beijo

    • vlw, Anne! acho que temos que fazer exatamente o que vc falou: cobrar menos do nosso corpo e se amar mais, afinal, aceitar que somos gordinhos/magrinhos é o primeiro passo para uma evoluirmos e lutar por melhorias, mas sem neura. 🙂

  11. Juliana diz:

    Eu passo exatamente pelo mesmo problema de emagrecer e depois engordar tudo de novo, principalmente por conta da ansiedade. Já faz um bom tempo que não consigo sair desse peso que eu tô e isso é muito frustrante. Não estou muitos quilos acima do meu peso, mas sou muito pequena, então aparenta muito. Já é difícil eu conseguir comprar roupa por causa da altura, agora está difícil por causa do peso também. E o fato das roupas que eu já tenho não ficarem boas também tem me dado um desânimo 🙁
    Espero que 2017 seja melhor pra gente nesse sentido. Tô torcendo por você!

    • tbm to torcendo por ti. o lance das roupas é o mau traumático: a gente vê as miga tudo comprando roupa com “facilidade” e a gente tem que revirar as lojas tudo pra vê se encontra algo que sirva e fique “bonitinho”. 🙁