Girlboss é bom, o livro; a série é uma desgraça

Em maio deste ano a Netflix lançou a série “Girlboss”, baseada na história/livro da Sophia Amoruso. A moça é apenas fundadora da “Nasty Gal”, uma loja online que comercializa roupas/calçados/acessórios incríveis por um preço acessível. Os viciados em moda já devem conhecer e amar! 😍

Acontece que o seriado não foi bem aceito, tanto é que a segunda temporada foi cancelada. Ninguém informou o motivo da decisão, mas eu creio que deve ser pela falta de empatia dos telespectadores pela personagem. A atuação foi incrível e teve o objetivo cumprido: deixar todos com raiva da imaturidade de Sophia.

Em resumo: a série/livro contam a história de uma jovem na casa dos 20 anos, que mora sozinha e não sabe muito bem o que fazer da vida pra pagar as contas. Todos os empregos que encontra são chatos e ela não dura muito tempo neles. Em um dia de tédio, Sophia decide dar um “up” na vida e começa a procurar roupas vintage pra customizar e vender mais caro na internet. A ideia deu tão certo que ela teve de alugar espaço pra montar a sede da loja, contratar equipe e tals. 👏👏

Contudo, quem leu o livro reparou vários furos na adaptação às telonas. Infantilizaram Sophia, colocando-a como inconsequente, mimada e tals. Em alguns momentos de extrema necessidade, ela roubou roupas e livros pra estudar, mostrando o seu desejo incessante pra crescer na vida. Porém, no seriado distorceram todo o fato. 👏👎

Ao meu ver, “Girlboss” (o livro!) é uma verdadeira bíblia pra quem deseja ser empreendedor. Com muita sensibilidade, Sophia dá um show de maturidade ao contar a sua história e nos apresenta dicas importantes pra crescer na vida, seja profissionalmente ou não.

Durante a leitura do livro, grifei várias dicas inspiradoras. Saca só:

– Ao invés de escolher números ou combinações estranhas, coloque na sua senha de internet algum desejo ou promessa; sempre que você for se conectar, lembrará daquilo que tanto deseja. Pensamento positivo atrai boas energias. 😊

Ex.: empregodossonhos01; fama@1k.

– Se você investir em algo por um tempo e não obter resultados, parta pro outro plano. Isso não é desistir, é deixar o universo agir. Na hora certa os frutos serão colhidos! 😉

– A gente perde tempo demais focando em negatividade. É desgastante! Se algo deu errado, melhor correr atrás das coisas boas que você ainda pode conseguir. 🙏

NÃO! Nada dessas dicas foram mostradas no seriado. Só conseguimos ver uma menina mimada, chata e bla bla bla. O livro é totalmente diferente. Sério. Leia e depois me conte o que achou! 😉 

Link pra baixar o pdf de “Girlboss” aqui! 

22 Comentários

22 Comentários em "Girlboss é bom, o livro; a série é uma desgraça"

  1. Luly Lage diz:

    A partir de agora minhas senhas de internet serão l1vro$publ1cado$ e @utor@desucess0: SIM OU COM CERTEZA? Amei muito essa dica, sério, que mulher!!!!
    Eu vi muita gente realmente reclamando de como ela é mimada e inconsequente na série – o que MATA o objetivo de criar um seriado com uma personagem dessas, né? Que bom que no livro não é assim, fiquei curiosa demais!

  2. Acho tão estranho isso de fazerem adaptações de livros e no final ficar uma bosta. pq jesus, pq? não consigo entender.

    MAAAAAS, eu to louca pra ler o livro <3 <3 to esperando a black friday e já vou comprar uhuuuu

  3. Geovana diz:

    No embalo do lançamento da série, eu comecei a assisti-la porém, não cheguei nem na metade da temporada! Ahei muito forçada e, como é de se esperar, não fui muito com a cara sa Sofia Mas eu acredito mesmo que no livro a experiência seja outra, não é a primeira vez que isso acontece não é mesmo? Enfim, otimo post! Gostei muito de ter lido ❤️

    http://my-adventureland.blogspot.com.br/?m=1

  4. Mari diz:

    Também vi muita gente reclamando que infantilizaram demais a protagonista na adaptação. Tenho bastante vontade de ler o livro, mas depois de tanto comentários negativo, acho que não vou assistir a série. Que pena que tomaram tantas decisões erradas…
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

  5. Eu tentei ler o livro, mas me deu uma preguiça, apesar de achar que é melhor que a série, ainda acho a história em si cheia de furos, mas é pelo fato de que eu realmente não curto muito essa onda de que “vai dar certo sempre” e esse positivismo empreendedor de muitos livros, claramente a pessoa escolhe muito bem o que escreve e pode servir de ajuda ou conselhos em determinada fase da vida, só não gosto muito da literatura em si. Agora a série é realmente insuportável. HAHA

    vidaemserie.com

  6. Eu amei isso, juro!
    A série não me chamou a atenção mesmo, mas não sabia que era baseada em um livro, tampouco que a temática era o empreendedorismo.
    Anotei aqui no meu bloco de notas para não esquecer de ler o livro em breve, meu lado administradora logo apitou com a dica da senha! Kkkk.
    Valeu! 🙂

    Beijos,
    Me chama de Bella
    Isabella Proença Blog

  7. Kelly Mathies diz:

    Super concordo contigo. Eu vi o primeiro episódio do seriado e já queria bater a cabeça da menina no chão. Eles acabaram com a personagem e infantilizaram ao máximo as atitudes dela. Ficou tão evidente que quem leu o livro não consegue, de fato, gostar do seriado, o que é uma pena, porque, caso fosse bem trabalhado, imagina o hino?

  8. Millena Novo diz:

    Hahahaha CARAMBA vou mudar minhas senhas agora, nunca tinha parado para pensar nisso, sério. Realmente, a personagem no seriado é ridicula eu fiquei com muita raiva dela, não gostei nem um pouco. Mas o livro parece ser ótimo,vou até procurar pra dar uma lidinha! Beijão <3

  9. Rebeca Cristal diz:

    Nossa, post top desde o título até o spoiler com as senhas hahaha. Nunca li o livro mas quando a série estreou fui assisti-lá mas confesso que nem terminei, parei real. Vou ler o livro que já ouvi falar super bem!

  10. Oi tudo bem? Vi muitas pessoas indicando e elogiando o livro porém a série realmente deixou muito a desejar. A atuação da personagem principal foi bem aquém do que os fãs esperavam. O exagero nos trejeitos, e mesmo exagero em algumas cenas é bem diferente da imagem de mulher empreendedora retratada no livro. Precisamos de mais modelos de mulheres que empreendem, que criam seus negócios do nada e inspiram o mercado. Adorei o post ficou ótimo. Beijos, Érika =^.^=

  11. Aninha diz:

    Ah, obrigada por fazer esta comparação com o livro! Eu sempre via o pessoal dizendo que o livro é maravilhoso, mas eu não sabia com mais profundidade quais eram as diferenças. A série achei um desserviço, terrível. Só me fez ter ódio da Sophia. O pinguinho que eu tinha em ler o livro foi totalmente destruído pela série! Mas a sua resenha me deu um pouco de esperança novamente, haha. ♥ Obrigada!

    Abraços!