As vezes em que me senti famoso

Sabe aqueles momentos em que a gente se sente importante, especial e até mesmo famosinho? Eles são ótimos, nos fazem um bem danado e pelo menos uma vez na vida passaremos por essa fase ~maravilhosa~. 🙂

Não sei se chamo isso de complexo de inferioridade, coisa do meu signo ou sei lá mais o que… o fato é que, no passado, eu sentia uma necessidade absurda de atenção. Ou seja: quando alguém puxava o meu saco, já ficava querendo sair por aí dançando “brilha la luna. Uô, uô… Brlha que bela… TamTam!”. ♫

O tempo passou e eu mudei. Hoje tô nem aí se falam comigo, me segregam ou fofocam pelas costas. “Falem bem ou mal, mas falem de mim”, basicamente este é o meu lema de vida.

Depois que cresci e comecei a entender o mundo, muita coisa mudou. Não tenho mais aquela necessidade de todos me darem atenção, porque isso é algo que as pessoas não dão em troca de nada: elas simplesmente nos dão atenção porque nos curtem. Lembro perfeitamente de alguns causos que merecem ser compartilhados.

Algumas das vezes em que me senti famoso/amado aconteceram em 2016:

– A 1º aconteceu no meio do ano passado, quando muita gente começou a falar que gostava do meu Snapchat. Como sou beeeem tímido na frente de desconhecidos, acabei mostrando na rede social quem sou de verdade (sem a timidez). Em resumo: o Snapchat fez com que as pessoas demonstrassem um carinho e atenção surpreendentes (inclusive meu user lá é adrielcristian!)

– A 2º vez aconteceu durante um curso que estava fazendo, quando um homem se aproximou pra parabenizar-me por as matérias que gravei pra um programa de tv local. Pra quem não sabe, ano passado gravei várias matérias sobre a internet pra Rede TV daqui de Araguaína. Por causa da minha falta de tempo no trampo, acabei parando as gravações. #prioridades #contasprapagar

– A 3º vez aconteceu recentemente: uma menina no Instagram me marcou numa foto onde ela indicava o meu blog, dizia que era bom e bla bla bla. Fiquei muito feliz porque, sei lá, acredito que 90% das pessoas que visitam o meu blog são outros blogueiros, então, saber que tem gente fora da blogosfera curtindo o que escrevo, é MÓ DA-O-RA. ❤️

Lição que eu aprendi com tudo isso: a fama é algo natural. A gente não precisa ficar como loucos atrás dela, mas sim executar um trabalho/projeto legal e jamais desistir dos nossos objetivos. O que é pra ser, será no momento certo, migos. 😉

24 Comentários

24 Comentários em "As vezes em que me senti famoso"

  1. Uau! Você já se sentiu famoso muitas vezes em, e com razão. Para mim basta a pessoa chegar e falar ” Você é Loy Viana, eu te conheço do instagram” e pronto, eu já fico bobinha kkkk
    Beijos,
    https://teattimee.blogspot.com.br/

  2. hellz diz:

    te entendo viu, adriel

    desde criança eu era daquelas que me metia em tudo com o simples objetivo de aparecer e me destacar perante aos mortais HAHAHAHAH
    hoje em dia, já que vivo meio insegura com meu corpitxo, passei a ser mais discreta. MAS OLIA… depois que eu emagrecer, segura que vou ser PERIGOSÍSSIMA, RAW.

    E o senhor arrasou na tv, hein? WOW!

    beij
    beinghellz.com

  3. Quando a gente menos espera, as coisas acontecem. Não tem como não ler seu post e não pensar nisso rs. O reconhecimento vem quando nem imaginamos que ele existe de fato. Acho que a sensação realmente deve ser maravilhosa ♥ Teve uma vez que criaram um fãclube no insta pra mim e eu fiquei tipo: MEU DEUS, SOU FAMOSA??!! aiuehaiuhe, mas durou um ou dois dias só, depois excluíram. Essa vida de popular é muito curta. Enfim, adorei tuas famosidades aiueaiuhe.

  4. carol sena diz:

    comigo só aconteceu uma vez, um cara me mandou uma msg no instagram e disse que tinha amando uma resenha que eu tinha feito de um filme, viu o filme e adorou, disse que tinha adorado meu blog, e que me achava incrível, ta ai fui lá no perfil dele ele tinha tipo uns 100k e tinha uma banda e nem tinha blog, eu pirei kkk

    mas parou por ai minhas fassanhas com a fama. rsrs

    Blog Entre Ver e Viver

  5. Oi, Adriel.
    Acredita que era assim também, nossa chorava por atenção a dramática haha. Mas também acho que poderia ser coisa da idade, se autoconhecer é difícil.
    Eu não tenho snap a diferentona eu sei, mas me celular não cabe nem um peido. Mas vi um vídeo seu pelo insta e amei, você é aquele tipo de pessoa que amaria dizer que é meu amigo pra todo mundo rs.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

  6. Oi
    lacrou com rouge no poste, menino nunca passei por isso de me sentir famoso, mas sempre quem falam algo bom eu fico me sentindo, já que minha auto estima é um pouco baixa.

    momentocrivelli.blogspot.com

  7. Nana diz:

    Olá,
    MORTA com a Ines, adoro HAHAHAHA
    Como assim você na Rede Tv? Pode voltando menino, que sabe tu fica amigo de Marcia Fernandes e Sonia Abrão? Como desperdiça? HAHAHA

    Eu nunca me senti famosa em relação ao blog. Ele não é famoso. Mas, uma vez fui num programa da Angélica, de passeio da escola, e ela me perguntou um negócio…paguei micão em rede nacional errando, claro kkkkkkkkkkk
    Ah, e outro dia que um tweet meu apareceu na TNT, durante o Critics Choice Awards…só isso mesmo. Sou uma leonina flopada.

    P,S,: Mande beijo pra Anavitória, amoo acompanhá-las no Instagram.

    tenha um lindo final de semana.
    Nana – Obsession Valley

  8. AAAAH, guri, que demais. Parabéns e que venham mais muitas aparições e reconhecimentos, você merece!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

  9. Que layout babadeiro é esse? AMEEEEEEI
    Eu adoro seu blog, acho tão sincero e pé no chão…
    Eu acho que essa necessidade de atenção e ser famoso cresceu muito com a internet, as vezes também me pego idealizando um mundo onde seria uma webcelebridade. Pelos meios certos, é claro. rs Nada de bafão e sextape. hahahaha

  10. Nakasuzuu diz:

    Realmente, fama é bom em algumas horas, haha’ quando tá naquela vontade, já quando tá querendo mais privacidade deve ser bem chato, imagina os artistas famosos, tipo Anitta, Luan santana, Katy Perry, nem podem mais sair por aí se não morre sufocado, a fama tem um preço a se pagar e sim, a gente vai se acostumando com isso 🙂 Diferente de quando a gente é pequeno a gente quer que todos nos dê atençaõ , exemplo, a gente fica chorando para os pais e etc… mas depois que a gente cresce nem é mais assim 🙂

    Tia das Galáxiasvisite

  11. Renata diz:

    Já saí na capa do caderno teen de um dos jornais da cidade sem querer. Estava na fila pra assistir RdM parte 1 e tiraram uma foto e eu saí nela. Pior foi ver meu chefe me zoando depois (sorte que eu tinha álibi pra estar lá ou teria me ferrado). Além disso já dei umas 2 entrevistas e só.
    Agora eu fico tímida quando algum conhecido diz que lê o blog e que gostou de algo.
    Seu blog é muito bom. Fique feliz por alguém que não é do seu “círculo” falar que seu blog é bom e tals, significa que o trabalho tá valendo a pena
    ;*

  12. Bela diz:

    Masquequeissss, famoso na Rede Tv da cidade? AHAZO!
    Sabe que eu nunca tive essa necessidade dos outros me darem atenção mas por ser ‘descolada’, todo mundo sempre achou que tudo que eu fazia era pra chamar atenção HSUHAUISHIUHSU Uma coisa que eu tenho a sindrome do ‘eu queria fazer algo de importante, que ficasse famoso e o mundo lembrasse de mim’. ALOKA né!
    Sorteio da Coleção Percy Jackson e os Olimpianos | A Bela, não a Fera Youtube | Converse comigo no Twitter!