Poderia ter dado certo…

Poderia ter dado certo com o Anderson, mas a gente era novinho demais. Eu havia acabado de sair do ensino médio e ele estava entrado na mesma escola à qual dava adeus – e a gente acabou se conhecendo foi pela internet. O “fim” foi algo costumeiro: não nos completávamos, apesar de eu fazer esforço para que tivéssemos um relacionamento.

Poderia ter dado certo com o Alexandre, a minha primeira paixão da faculdade. Fantasiei tanta coisa ao lado dele… Até à igreja eu fui com ele! O lance foi bem engraçado, mas não queria reviver nada daquilo.

Poderia ter dado certo com o Leonardo, mas que bom que não vingou. Garoto esnobe, metido, aproveitador… Tem coisas que merecem ser deixadas lá no passado mesmo, e o Léo ficou por lá!

Poderia ter dado certo com o Michel, porém, o meu destino trabalha com livramento e esse guri foi um deles. Até hoje vive dentro de um armário (nada contra!), mas pega adolescente e iludem-nas (totalmente contra!). Não bastasse isso, sabendo da minha ingenuidade e paixão, aproveitou da pior forma possível da minha bondade.

Poderia ter dado certo com o Deividy, e que pena que não rolou. Comecei a descobrir mais sobre mim com ele. Foi justamente por causa dele que meus pais “descobriram” sobre minha orientação sexual, tudo de uma forma bem tranquila (euzinho bêbado de madrugada…).

Poderia ter dado certo com o Élcio: e deu! O cara dormiu na minha casa, mas se mostrou ser tão babaca como os outros… Next!

Poderia ter dado certo com qualquer um dos milhares de cara que conversei após dar “Match”, no Tinder. Contudo, a vida quis que tivéssemos apenas um “bom” papo e só. E eu estou bem quanto a isso. Vida que segue!

Poderia ter dado certo com o carinha que há quatros meses eu conheço e gosto bastante, mas quem mandou eu me apaixonar? Sou consciente de que nada acontecerá, mas uma parte de mim acredita que sim. Na verdade, minha mente acredita que toda ação dele próxima a mim é um sinal de que quer algo. Louco? Eu? Imagina!

O que sei é que uma hora ou outra vai dar certo, e se não der… Pelo menos não vivi uma vida inteira em vão, sem me apaixonar e tentar encontrar um amor verdadeiro.

Posts relacionados

Comente Comentários

Nenhum comentário em "Poderia ter dado certo…"