A Ryca

Jamais pensei que iria escrever algo triste sobre a Ryca. De verdade, a máscara ainda não caiu! Não acredito que nunca mais a verei, não ouvirei seus latidos, tampouco receberei suas lambidas-molhadas-no-rosto. Não creio no que aconteceu. 🙁

Aqui em casa há um vazio; há um silêncio que sinaliza dor. Quando fecho os meus olhos, vem à mente a imagem da Ryca, daqueles olhos gigantes me encarando, pedindo ajuda e eu não podendo ajudar da maneira correta. Me dói tanto.

Estou lutando pra ser forte e guardar comigo só lembranças boas, mas tem horas que não consigo. Simplesmente não consigo fingir que nada aconteceu, porque, sim, aconteceu! A Ryquinha morreu! A minha neguinha-mais-linda-do-mundo já não está mais com a gente! 😭

Acredito que, agora, a Ryca está brincando muito ao lado da Aysha (sua filhota) e mandando energia positiva pra gente. Porém, é complicado colocar na mente que, no fim, tudo ficará bem. 💔

Quero acreditar que a partida da Ryca foi a melhor coisa que aconteceu, pois colocou um fim no sofrimento/dores que ela vinha sentindo há um tempo. Ela não conseguia se comunicar como humano, através de palavras, mas seus olhos expressavam muita coisa. E eu sabia que aqueles olhares tristes eram uma despedida.

A Ryca foi/é importante pra mim, pra minha família e todos que a conheceram. Ela foi mais do que uma cachorrinha; ela foi uma filha que transbordava alegria, paz… Ela é o amor na melhor forma possível!

Foram 4 anos e 3 meses de muito companheirismo e amizade. A Ryca surgiu um mês antes do meu primeiro amor. Decidi deixar esse carinha de lado e as lembranças também, porém, a Ryca estará sempre na minha mente.

De tudo o que aconteceu em 2014 até agora, a minha maior alegria foi a chegada da Ryca. Agora é hora de deixar a minha neguinha ir brilhar em outro lugar…

Te amo, Ryca. Muito mesmo. 💔

Comente Comentários

Nenhum comentário em "A Ryca"