Tá liberado chorar!

Cheguei há poucas horas de uma
viagem incrível.
Eu poderia simplesmente ficar sorrindo pras paredes ao lembrar
dos melhores momentos… Pra você ter noção, até as tretas que aconteceram
(sempre tem, né?!) foram engraçadas. Mas…
Assim que deitei no sofá, comecei
a lembrar dos problemas que deixei em casa. Sim, eu fui viajar com a mente
tranquila, esquecendo o meu mundinho real/diário e curtindo cada segundo
como se tudo fosse uma maravilha.
Porém, nem tudo estava/está perfeito.
Meu avô está doente, minhas
dívidas crescem à cada dia por canta de ex-patrões filhos da puta, faculdade
ficando tensa/difícil… também ando sentindo uma vontade tão grande de amar novamente,
mas, nunca encontro alguém que vale à pena.
No fim, com outros trocentos problemas nas costas,
comecei a chorar. Não um choro qualquer, mas um daqueles em que as lágrimas
saem quentes, como uma enxurrada e você até soluça. 
Se eu me envergonho? Não mesmo!
Meus pais e uma amiga ficaram preocupados comigo, mas eu só disse que ninguém
tinha nada a ver com aquela situação,  e
que eu apenas queria jogar todas aquelas dores pra bem longe de mim. A forma encontrada foi através do choro, claro. 
Funcionou.
Após todo o meu drama, comecei a
adquirir novas forças (será Deus?!) e tracei novos planos… agora tô mais
esperançoso e com vontade de resolver tudo o que tá me atrapalhando a ser feliz.

Infelizmente, muitos veem o choro
como sinal de fraqueza.
Mal sabem essas pessoas de que o choro é só uma forma
de demonstrarmos ao mundo (e a nós mesmos) de que somos fracos sim, mas que a gente
pode sempre se levantar após a queda.

Eu assumi minha fraqueza, mas também
conquistei novas forças pra mostrar que eu posso tudo. Que eu posso ter tudo. E isso
só depende de mim. 

 Um beijo!

22 Comentários

22 Comentários em "Tá liberado chorar!"

  1. Eu poderia fazer todo um textão dizendo pra você ficar bem e o caramba a quatro, mas as vezes a gente tem que aprender a lidar com a dor mesmo e chorar é uma das formas mais lindas (??), pelo menos pra mim. Eu tenho vergonha de chorar porque eu odeio ter que explicar pros outros os motivos que só a gente entende nesses momentos, mas eu me sinto muito mais forte e mais preparada quando rola esses momentos. Eu acho que só os fortes têm capacidade de chorar porque a gente sempre para em algum momento e se sente aliviado de uma forma, acredito eu, que os fracos não sentem. E eu sou meio chorona mesmo, rs. Choro quanto to triste, to com raiva (melhor do que socar a cara de alguém né, rs)… Enfim, chore se for preciso, mas não se esqueça de sorrir depois 🙂 P.S.: Acabou virando textão, como sempre acontece nos seus posts 😛 Beijos!
    http://messtheclassic.blogspot.com.br/

    • Nana diz:

      eu não consigo segurar, sabe? fico ali tentando, mas, quando vejo, já estou berrando. mas pra chegar a esse ponto, eu devo estar triste pra caralho. hoje to melhor! 🙂

  2. nossa chorar as vezes é reconfortante, eu que o diga.
    tomara que tudo se acerte pra você.
    Beijos

    Entre ver e viver

  3. O mal é toda essa rotulação… Não pode chorar, não pode sofrer, não pode ser "trouxe", só falta dizer não pode sentir… Não somos robôs… Tem momento que a coisa aperta e precisamos chorar… Chorar não vai apagar o problema, mas vai acalmar o coração.
    Chorar não é sinônimo de fraquesa, alias, segurar o choro é. Somos fracos quando corremos dos nossos problemas, somos fracos quando figimos que nada está acontecendo.
    Mas somos forte a partir do momento que encaramos nossas dificuldades.
    Meu anjo desejo tudo de melhor em sua vida, e que esse momento mau passe logo.
    Bjs.

    http://www.jayhanadenardi.blogspot.com.br

  4. Adri, o segredo master do sucesso você incluiu de forma ideal: a recuperação de forças e reorganização dos planos. É importante que choremos, que não tenhamos vergonha das nossas dores, que saibamos sentir o peso das cicatrizes, contanto que não esqueçamos que o válido mesmo é o que fazemos ATRAVÉS e após isso. Não é o sangue escorrendo que importa, é o capítulo que vem com as consequências do que ele deixou. A decepção pode nos afundar ou nos lapidar, e só devemos nos envergonhar se houver desvio do nosso próprio caráter, de resto, o que não podemos fazer é fingir ignorar. No fingimento é que moram os mortos.

    SEMQUASES.COM

  5. Adriel, meu querido! Eu espero muito, muito mesmo, que tu consiga se reerguer e arrumar essa situação que te fez chorar, viu? E que teu vô melhore também. Acredito muito nisso que tu disse sobre o choro, eu nunca me prendo quando quero chorar porque sei que, naquele momento, chorar é o que vai me ajudar.

    Abraço,
    omundodemis.blogspot.com

  6. Ei Adriel!!! As vezes chorar é a melhor solução… É bom colocar pra fora aquilo que sentimos e pode ser que seja inevitável derramar algumas lágrimas. Espero que você esteja melhor!

    Abraço

    eventualobradeficcao.blogspot.com.br

  7. Olhos são as janelas da alma 😉 Chorar faz bem!

    http://www.chezb.com.br

  8. Eu sou do tipo de pessoal que não costumo chorar, fica tudo comigo, e quando eu to muito mal, eu choro, mas é um choro bem calmo, que as pessoas não percebem, até porque ninguém preciso saber que você está muito mal não é verdade?

    Até mais, jamilsonoliveirablog.blogspot.com

  9. Juliana C diz:

    Mês passado aconteceram umas coisas que me fizeram chorar mais do que eu gostaria. Várias vezes já quis ser diferente e não deixar me abalar a ponto de chorar, mas já aceitei que isso faz parte de mim. Mas acho que depois de tanto choro aconteceu o mesmo que com você, acredito ter adquirido novas forças pra recolocar a minha vida no lugar!
    Muita força pra gente e melhoras para o seu avô ♡

  10. Lorraine diz:

    e eu daqui espero de verdade que você esteja melhor! força com tudo isso que tem acontecido e principalmente, melhoras para o seu avô!! beijoo, fica bem :***

  11. Taci Souza diz:

    Amei o texto migo, chorar não é sinal de fraqueza, pelo ao contrário te liberta da angustia e te da mais forças para enfrentar o mundo.

  12. Oi, Adriel!
    Te entendo perfeitamente. Sempre que viajo, vou de peito aberto e, quando volto para a "vida real", me bate uma puta deprê que demora uns três dias pra passar.
    Que bom que você se recuperou e traçou novos planos pra sua vida, torço pra que tudo dê certo!
    Um beijão!
    Fê Cardoso
    http://www.baseadoemlivros.com.br