Thank you!

se eu pudesse te dizer algo agora, com certeza seria: “thank you!”. de verdade. não tenho raiva de ti, porque sei que o culpado de tudo fui eu. sempre vou com sede ao pote e, logicamente, quebro a cara.
contigo não foi diferente dos outros caras; mas, sabe… algo me dizia que daríamos certo e a coisa seria pra valer. infelizmente, novamente me enganei.
não precisa se preocupar!
apesar do vazio que ficou no meu coração, eu estou bem e “sabendo” lidar com a dor. essa não foi a primeira vez e também não será a última. e é justamente por isso que eu estou te agradecendo: tu me ensinou muita coisa, mesmo sem querer… 
tava pensando aqui…
desde o início, tu sempre deixou claro o que queria e eu, como um bobo apaixonado, fui fantasiando coisas; imaginando nossas tardes juntos, vendo seriados ou até mesmo fazendo uma tour pela cidade… 
não, você não sabe o quando tudo isso me doeu no início, mas, hoje estou aqui de cabeça (quase) erguida, dando os meus primeiros passos, em busca de uma nova vida. 
é óbvio que, em alguns momentos, eu deito na minha cama e lembro das nossas conversas e planos feitos ali. (pode parecer loucura, mas eu ainda sinto o seu cheiro no meu travesseiro…
poxa! sinto ainda tanto saudade de conversar contigo, de olhar pro seu olhar… 
fica bem aí. tô tentando ser forte aqui. 
thank you, again! 

“i’ve become a better person now than who I was from the inside out, and yes: it’s all because the things you always do, you make me feel something new. i just wanna thank you for being you…”
(thank you – crash boom bang)

texto dedicado a toda os caras que já passaram pela minha vida. não é exclusivo a ninguém!  
11 Comentários

11 Comentários em "Thank you!"

  1. Não adianta, né? A gente sempre fica com essas sensações estranhas logo depois do fim. Mas como sou romântica prefiro acreditar que tudo isso será compensar no dia que tudo for pra dar certo. Beijo, Adriel!

  2. Anônimo diz:

    Super me identifiquei com o texto porque estou passando por algo semelhante. A gente tem de ser forte e deixar a vida seguir…

  3. Ama é sempre complicado, né? Infelizmente a gente tem que viver assim, sem saber quando o amor não vai doer tanto…

  4. Aiin, espero que tudo fique bem, amigo!

  5. Ama sempre é complicado, né? Acho que uma hora a gente acerta nas nossas escolhas…

  6. Anônimo diz:

    Acho que numa relação, as duas pessoas tem de se entregar. Quando apenas uma se doa de verdade, acontece isso: o fim.