Tomorrow Color: resumão da fest

Aconteceu nesse fim de semana, aqui em Araguaína, a 1º edição do Tomorrow Color, aquela festa das cores, em que determinado horário todo mundo se reúne pra jogar um pó colorido pro alto. 
Recebi um convite da festa e fui conferir de perto todo esse bafafá que rolava pela cidade à respeito do evento. Tipo: todo mundo comentava sobre isso todos os dias e em todo canto. Pudera, né? Araguaína é uma cidade pequena e, receber um evento do tipo, era novidade. 
Os portões abriram às 15h com um público ainda tímido, somente depois das 18h que começou a “lotar”. Era esperado no evento cerca de 2 mil pessoas, mas, pela minha contagem (nada confiável. Haha!) não chegou a essa quantidade.
À respeito dos ingressos… 
Quem comprou “front stage”, pagou mais caro e acabou ficando no fundão, além de não ter nenhum benefício, tipo água. Sério. Você entrava no espaço da Arena Music e só ganhava dois saquinhos de pó colorido e, se quisesse água, tinha de pagar. Nada contra, mas… 
Onde fica o “benefício” de quem pagou mais caro? Só pra ficar na “frente do palco”, sendo que os que pagaram mais barato tomaram de conta do lugar? Organização errou feio nisso.
À respeito das músicas eletrônicas: nunca fui fã. Porém, gosto quando fazem mixagem de músicas pop/rock. Do horário em que fiquei por lá, só vi repetirem algumas vezes “Outside” e “How deep is your love”, ambas são produções do Calvis Harris. 
Resumo do resumo: achei o evento fraco. Espero que as próximas edições (se tiver!) melhorem algumas coisas.

E vocês? Já foram à algum evento do tipo? Gostaram?

20 Comentários

20 Comentários em "Tomorrow Color: resumão da fest"

  1. Eu fiquei com o pé atrás sobre esse evento, desde o início.

  2. Anônimo diz:

    q nada seu gordo cuzão, n sabe curtir a festa e fica com onda

  3. Anônimo diz:

    Meu Deus! Quanta baboseira nesse texto. A festa foi ótima pra quem foi na intenção de curtir de verdade. Eu adorei!

    Limpa essa língua aí que o veneno deve tá escorrendo…

  4. Anônimo diz:

    Não concordo com nada do que li. Eu adorei a festa. Foi totalmente diferente de tudo o que a cidade já recebeu. Deveria era elogiar pra continuarmos tendo coisas do tipo.

    Post desnecessário!

  5. Ano passado eu fui num evento aqui em Minas que foi quase desse naipe. Geral foi na expectativa de ser bem estruturado e tals, mas, no final, houve muitas brigas, quem pagava pista invadia os camarotes… Lamentável!

  6. Anônimo diz:

    Concordo contigo Adriel!
    Festinha vagaba, pra combinar com o povinho da cidade
    Ainda pagaram pra um DJ que ainda fede a leite pra tocar

  7. Meu Deus! A festa foi polêmica desse jeito? :O Lamentável…

  8. Anônimo diz:

    Mano na moral, vou te fala a real, se tu vai no evento que só rola house tu que ouvi pop/rock? se que ouvi isso vai no show no Justin Bieber, Katy Perry, Madonna, Lady Gaga etc…. Então veja que a festa foi só musica eletrônica, foi ótimo pra quem curte o house e seus estilos, unica coisa que concordo com você foi a organização muita fraca, Front Stage tinha nada do que eles anunciaram que iam ter, não tinha nada de diferente, era a mesma coisa, então o evento foi bom só pelo motivo que a vibe foi show, primeiro evento de Araguaína que rolou só house, só tocou as vibes da hrs, só faltou organização na produção do evento(Todos eventos de Araguaína nenhum tem né) enfim, se queria ouvi pop/rock tu tava no lugar errado.

  9. Teve umas duas festas parecidas com essa aqui em Salvador, mas eu não fui. Realmente, só toca eletrônica! Uma pena ouvir sobre a desorganização, ainda bem que em todas as festas que fui, estava tudo muito bem organizado…
    Beijos!