Um pedido de socorro!

Desastre (nada) natural em Minas Gerais. Terremoto com alerta de tsunami no Japão. Massacre em Paris. As informações não param e as tragédias em todo canto do mundo continuam.

É justamente diante dessa avalanche de informações que eu me questiono: o que fazer?

Mudar a foto de perfil Facebook não vai ajudar em muita coisa. Ficar no Twitter criticando a insensibilidade do Pastor Silas Malafaia também não contribui. Foto no Instagram da sua viagem à Paris, como forma de “estou muito triste por todas que perderem seus entes queridos”, não muda nada.
Então, eu fico desesperado por não fazer absolutamente nada; por não ter condições de estar em nenhum canto do mundo (ou até mesmo aqui no Brasil!) ajudando quem está sofrendo. E o pior: essas vítimas não são nenhum pouco culpadas por tudo o que está acontecendo.
Eu fico ansioso, esperando um sinal de fumaça do que eu devo fazer. Infelizmente, nem desabafar nas redes sociais eu posso, porque me chamariam de “idiota”, “gado” e trocentas outras coisas. Mesmo sem estar no local dessas tragédias, eu não tenho liberdade para me solidarizar com quem está sofrendo, porque me julgarão, me condenarão… meio que me obrigarão a calar a boca.
“Eu não me sensibilizo com a tragédia de ninguém!” 
Como alguém é capaz de abrir a boca e dizer que tá se fodendo por outro? Ou melhor, como alguém pode escrever tantas asneiras, espalhando o ódio, a ingratidão…?
Sinceramente, não tô entendendo mais nada no mundo. Não estou conseguindo entender as pessoas e o rumo ao qual tudo está tomando. 
 Meu pedindo sincero a todos é: se não pode ajudar, se solidarize compartilhando amor, fé, PAZ!  Pelo amor de Deus, não espalhem ódio e rancor na internet. Use-a para o bem.
Desejo do fundo do meu coração que todas as famílias do mundo, atingidas por essas tragédias, confiem em Deus e não plano Dele para cada um de nós. Não é fácil aceitar essas perdas, mas essa é a vida.
2 Comentários

2 Comentários em "Um pedido de socorro!"

  1. Jéssica diz:

    Concordo com tudo o que você disse. Tá foda acompanhar as redes sociais nos últimos dias, principalmente o Facebook. Todo mundo tem uma opinião pra dar, mas ninguém levanta o traseiro da cadeira pra tentar ajudar. Tô pensando seriamente em me isolar numa ilha deserta, porque viver em sociedade tá ficando cada dia pior!